Encontre sua Célula
Saiba qual a célula mais próxima de você! Procurar
29 maio, 2010

Cada membro do corpo de Cristo sendo um ministro

II Coríntios 3: 4-6; 5:18,19; João 15:16

O inimigo inseriu dentro da igreja o sistema de clérigos e leigos. Isto é muito facilmente observado na história da Igreja. Depois de procurar de todas as formas tirar a atenção do cabeça e se possível deixar o corpo sem cabeça, o ainda fez o inimigo? Inventou um sistema de clérigos e leigos. Qual foi a sua intenção ao fazer isso? Foi a de matar todas as funções dos membros do corpo. Originalmente todos os membros funcionavam adequadamente, mas gradualmente as funções foram sendo passadas para um pequeno número de cristãos. Desde que a maioria foi posta de lado o corpo ficou inutilizado, paralisado.
                       
Observe bem a maneira como o inimigo agiu: primeiro tirou a atenção da igreja do cabeça do corpo, agora tirou as funções dos membros do corpo. Devemos nos levantar contra essa estratégia maligna. Na Igreja do Senhor Jesus todos são sacerdotes, todos ministram diante do altar, nem todos ministram no altar, mas todos conhecem a Deus e todos tem acesso ao Santo dos Santos e portanto são ministros do Deus vivo.
                       
Hoje em dia com tantos reverendos e doutores em divindade o inimigo tem conseguido anestesiar os membros para que não funcionem. Há dois tipos diferentes de funcionamento desta estratégia. O primeiro tipo é quando os próprios clérigos se colocam acima dos leigos afirmando que são eles os que sabem, os que conhecem e, portanto são incontestáveis, chegam mesmo a proibir os membros de pregar, ensinar ou fazer qualquer outra coisa. Hoje a única função dos membros é ir à igreja e se assentar no banco olhando para frente a fim de ouvir o reverendo, ou pastor. Transformamos a vida da igreja em algo distante e cheio de regras que não leva ninguém a crescer espiritualmente, as pessoas continuam presas e doentes na alma, sem dar frutos e precisando ser libertas e curadas.
 
É evidente que cada membro precisa primeiro ser ministrado para que haja cura e libertação, passando por um treinamento, depois de preparado e acompanhado, aí sim ele poderá liderar a célula e ministrar a Palavra e fazer discípulos. A Regra básica é: Todo discípulo se torna discipulador e todo discipulador é discípulo e isto equivale a ser apascentado e apascentar.
 
                 Porque é tão importante ser uma igreja em células?
 
Primeiro: A visão celular é totalmente Bíblica;
Segundo: Jesus disse que todos os cristãos seriam transformados, libertos e curados e produziriam frutos e frutos que permanecem;
Terceiro: Cremos que dentro das células as pessoas são pastoreadas, treinadas e cada uma têm as suas funções restauradas.
 
Vejamos o que acontece dentro de uma célula: 
  1. Em uma célula todos tem oportunidade de falar e não apenas uns poucos privilegiados; 
  1. Em uma célula todos evangelizam. Hoje em dia evangelizar se transformou em simplesmente convidar para ir ao culto. Na célula, não se faz apenas o convite para a reunião, mas se evangeliza lá fora, onde as pessoas estão; 
  1. Na Célula não precisa de um profissional em teologia à frente, (estudar teologia é muito importante e fundamental a todos que tem chamados pastoral), mas o líder de célula é formado pela Escola de líderes e pelo discipulado pessoal. Ainda que haja diferenças de autoridade e funções, não há clérigos e leigos, todos funcionam, todos trabalham, todos ministram, todos são discípulos. 
  1. Na visão Celular que é totalmente bíblica, cada membro se torna um ministro e cada casa uma igreja. Primeiro, a igreja começa em casa, segundo, a nossa família é a nossa célula principal e quem não cuidar da família e pior que um incrédulo. 
Como diz os textos acima: Deus nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança no espírito, confiando a nós o ministério e a palavra da reconciliação. Jesus disse no Evangelho de João capítulo 7 versículo 38: Aquele que crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.
 
Continua