Encontre sua Célula
Saiba qual a célula mais próxima de você! Procurar
14 julho, 2010

O propósito das células na igreja

Atos 4:32-35

 Em nossa igreja as Células familiares não são apenas uma estratégia que escolhemos dentre as muitas disponíveis. Eles são parte de uma visão, uma ideologia a respeito da igreja, ou de como a igreja deveria ser. O nosso objetivo não é simplesmente levar a igreja a crescer numericamente, nós desejamos ser trabalhadores do reino que estão de fato edificando a igreja.
               
Se o nosso objetivo é simplesmente crescimento creio que existem outros métodos e estratégias muito mais rápidos. É evidente que nosso alvo maior é crescer numericamente, mas isto não é suficiente, queremos muito mais. Queremos ser uma comunidade de vencedores. Um povo que subjuga o pecado, o diabo e o mundo. Um povo que rege a história através da oração e do estilo de vida. Um corpo que é a expressão de Cristo em amor, santidade e poder no lugar onde está inserido. Em poucas palavras queremos ser dignos de sermos chamados cristãos.
               
Queremos ser uma comunidade terapêutica e transformadora. Um lugar de vida e de aconchego. Queremos ser um povo que chegue ao pleno conhecimento da verdade e que vive esta verdade. Queremos ser uma comunidade carismática e apostólica que cresce na vida interior, mas que cresce para fora, para ganhar e influenciar a nossa cidade, o nosso País e a nossa geração.
 
            Cremos que para alcançar todos esses objetivos nós precisamos das células. Não consideramos as células algo doutrinário, mas cremos que elas definem uma visão e moldam o nosso modelo de igreja, podemos dizer que somos radicais na visão celular modelo dos doze. As células não são um dos muitos departamentos funcionando em nossa igreja. Elas expressam vida por meio de Jesus, nelas a comunhão com o Senhor e entre os irmãos se tornam mais reais. Desta forma ela se torna a própria vida da igreja.
 
            Um discípulo que se recusa a participar de uma célula está se excluindo da vida do corpo, ela acaba não recebendo alimento e tratamento necessários. Tal pessoa não estará apta para exercer nenhum tipo de autoridade nem liderar ou participar de qualquer tipo de ministério, pois não estará integrada.
                              
            Nós desejamos ver as células em pleno funcionamento, por isso damos toda ênfase ao sistema de Células, e de forma clara demonstramos aos discípulos que as células são a prioridade. Em nosso meio os líderes de células são honrados, publicamente e damos um tratamento especial a eles. A preparação para o batismo, o discipulado de solteiros e casados, etc. Estas coisas trazem seriedade e estimulam a participação da igreja. Na prática toda a estrutura de funcionamento da igreja tem como base a célula familiar.
               
Nunca permitimos que as programações especiais na igreja atrapalhem as reuniões das células de modo que estas sejam canceladas. Agindo assim todos percebem qual é a prioridade da nossa igreja. Ninguém tem dúvidas de que, para se crescer em vida, em fé e em profundidade, precisará participar ativamente de uma célula.
 
No texto bíblico acima diz que dos que criam eram um só coração e uma só alma. Então, precisamos descobrir e detectar o que Deus quer com uma multidão. Sabemos que a Palavra afirma que no final dos tempos, o Senhor levantará uma multidão incontável, como estrelas dos céus e como a areia do mar.
Mas qual é o propósito de Deus em gerar uma multidão? Deus quer uma multidão para provar que Ele é Deus Todo Poderoso e para dizer que o plano de Jesus não foi mentira. Na verdade, podemos encontrar diversas formas ou sinais que identificam os motivos óbvios pelos quais o Senhor quer uma multidão.

 

Deus não quer encher a Igreja apenas de gente, Ele quer encher a Igreja de verdadeiros discípulos que se tornam Filhos Legítimos. Ele quer que esses filhos respondam no caráter que Jesus respondeu a Felipe. Jesus disse que quem visse a Ele, via o Pai (João 14:9). No livro de João, Jesus orou ao Pai pedindo que levantasse uma multidão de homens que cressem em Seu nome. Pediu ainda que assim como Ele e o Pai eram Um, de igual modo, todos nós que cremos também tivéssemos unidade (João 17:21).
 
Em Eclesiastes 3 diz que há tempo para todas as coisas, hoje estamos vivendo um novo momento nas nossas vidas e não podemos desperdiçar esta oportunidade. Depois que conhecemos ao Senhor Jesus, nossa vida mudou, nossa visão e entendimento foram ampliados e hoje temos uma rota de conquista poderosa e sobrenatural. Deus nos capacitou e nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança respaldada no Espírito Santo e Sua Palavra.
 
O mundo físico é o reflexo do mundo espiritual, quando uma criança nasce, ela precisa ser cuidada, alimentada, orientada, disciplinada, etc., e neste processo ela cresce e amadurece para cumprir um propósito natural; formar família, gerar filhos, se multiplicar e se reproduzir na sua descendência deixando um legado. Assim é na vida espiritual, quando uma pessoa nasce de novo através da conversão, é uma criança espiritual que precisa ser alimentada, cuidada, ensinada, disciplinada, etc., e no processo natural ela deve crescer e se reproduzir gerando filhos espirituais que se tornam seus discípulos… Uma descendência espiritual que tem um legado.
 
Deus te abençoe!
 
Pastor Eliezer