Encontre sua Célula
Saiba qual a célula mais próxima de você! Procurar
28 março, 2014

A importância da comunhão do corpo de Cristo

Atos 2:42-47

Deus é o autor da família e seus olhos estão voltados para cumprir o propósito estabelecido no lar, é no meio da família que Ele derrama Seu amor de Pai e, através do fluir da benção em cada casa o Seu reino está sendo implantado aqui na terra.

Nós somos gratos a Deus que nos trouxe esta visão de células onde podemos cuidar uns dos outros mais de perto, podemos suprir as necessidades uns dos outros e conhecer melhor cada irmão, tendo um relacionamento melhor, isto é discipulado e é maravilhoso. Glórias á Deus.

Nossa visão é "Sermos uma igreja família que vive o amor de Deus".  Vejam, no nosso contexto da sociedade hoje parece algo distante da realidade, mas eu te digo que isto é possível através da igreja em células.

Pense no que está acontecendo no mundo sem Deus! “As nossas crianças estão sendo corrompidas, os jovens estão sendo contaminados e as famílias estão sendo destruídas! Precisamos reverter este quadro na nossa vida, família e igreja e assim ajudar outros também a viver o melhor de Deus!”

No texto que lemos acima diz que em cada alma havia temor, eram pessoas quebrantadas que já tinham tido uma experiência pessoal com Jesus, tinham sido cheios do Espírito Santo, e estavam vivendo uma experiência de amor entre os irmãos.

O contexto social que a igreja primitiva foi levantada não foi muito diferente do nosso, haviam pessoas necessitadas, desempregadas, doentes, havia injustiça social, as pessoas eram oprimidas, eram desprezadas, as autoridades só pensavam em si mesmo, eram voltadas para extorsão, para cobrar impostos absurdos, e o dinheiro falava mais alto. Veja, foi neste meio caótico que um povo é levantado por Deus, e eles começaram a fazer diferença naquela geração. Era a igreja do Senhor Jesus Cristo em ação!

 Aquele povo chegou para fazer conhecido o amor de Deus, para fazer conhecido a verdadeira vida, ali às pessoas eram valorizadas e respeitadas. Ali havia tratamento e restauração na vida das pessoas para a glória de Deus.

As pessoas hoje estão muito mais carentes de amor e aceitação e precisamos ser a resposta de Deus para os seus anseios. Uma experiência que temos tido é que as células e grupos de discipulados tendem a se tornar mais frutíferos na medida em que se parecem mais com uma família. A igreja precisa ser uma grande família. A seara está madura em nosso País e existem muitos tipos de pessoas machucadas que serão alcançadas exclusivamente em um ambiente de amor e aceitação familiar. Somente como família a igreja pode ser resposta para as mães solteiras, as abandonadas, os traumatizados, os rejeitados sociais, os marginalizados, os pobres e os esquecidos. Não somente estes, mas para todos, não importando a sua classe social ou sua formação acadêmica, na realidade hoje mais do que nunca, todos precisam de uma experiência sobrenatural com Deus.

A Palavra de Deus fala muito de hospitalidade, de dar comida, bebida e guarida ao estrangeiro e ao peregrino. Em Hebreus diz que alguns chegaram mesmo a hospedar anjos, sem saber. O lar também foi o lugar onde a igreja teve a sua origem e o partir o pão de casa em casa era algo vital na igreja primitiva.               

Na mente de todo homem, o lar é o ponto de convergência. O lugar de aceitação e de expressão incondicionais. É um lugar de acolhimento e aconchego. A igreja dentre tantas ilustrações bíblicas, é um lar que deve ter todas essas expressões de vida e amor. E é exatamente essa a visão igreja em célula no modelo dos doze, um lugar de acolhimento em amor onde cada um protege a alma do outro.

 O fato é que não podemos expressar a Cristo como corpo a não ser através da vida em comunidade, desta forma o relacionamento se torna mais fácil e o apascentamento se torna uma realidade na vida de todos.
 

Deus te abençoe poderosamente!

 

apóstolo Eliezer